Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Sab Mar 01, 2014 7:52 pm

avatar
Drizzy
Administrador
Administrador



Pokémon Adventures: Crimson Chapter

Um ano depois dos eventos do "Black and White 2 Chapter", os Pokédex desenvolvidos pelos professores Oak, de Kanto, e Rowan, de Sinnoh, começaram a ser produzidos em massa. Como tal, para se impedir o mau uso desta tecnologia, criaram-se várias academias de Pokémon por todas as regiões, de modo a preparar os novos treinadores para poderem combater. A partir dos dez anos já se podiam inscrever nas academias e, caso não tivessem um Pokémon, podiam escolher um entre os vários presentes nas instalações. Contudo, apenas três alunos no fim dos dois anos de estudo conseguiriam um Pokédex. E para decidir isto, um torneio, que seria passado na televisão, seria utilizado para se descobrir os vencedores. O exame de qualificação iria dar-se em pouco tempo, e todos os alunos estavam empolgados para testarem os seus novos conhecimentos. Este, também, era o caso de um jovem rapaz de quinze anos, Crimson.

Personagens:

(se quiserem fazer parte da fic, deixem umas informações relativamente à personalidade da vossa personagem, os Pokémons, etc, num post organizado. Se entram, e a importância que têm já sou eu que decido)


  • Crimson:

    O protagonista. Crimson nasceu e cresceu na cidade de Braeburn. Sempre gostou de Pokémons e quando descobriu que existia um grupo de treinadores denominados de "Dex Holders", desejou ser como eles. Com 13 anos, inscreveu-se na academia de Braeburn que tinha acabado de abrir, para conseguir um Pokédex. Apesar de não se muito bom nos testes escritos, era excelente nos práticos. Possui uma habilidade tremenda para tomar decisões a meio de um combate, daí talvez esse estilo de testes o favorecer. Após bastante trabalho duro, conseguiu chegar entre os melhores cinquenta alunos da escola e ser um dos que tentará passar o exame de qualificação.

    Equipa Pokémon:

    - Star (Staravia) - Lv. 25
    - Zan (Zangoose) - Lv. 29

    Spoiler:



  • Ken Rodgers:

    O amigo de infância de Crimson e, também, o seu melhor amigo. Cresceram juntos na cidade de Braeburn e, apesar de Ken não sentir tanta admiração pelos Dex Holders, partilha o mesmo sonho de ganhar a Liga Pokémon. Entrou ao mesmo tempo que Crimson na academia e foi dos melhores alunos tanto nos testes escritos como nos práticos. Sorri bastante e consegue incentivar Crimson sempre que este se encontra triste.

    Equipa Pokémon:

    - Spark (Luxio) - Lv. 27
    - Spike (Cacnea) - Lv. 22
    - Metal (Aron) - Lv. 23
    - Koi (Magikarp) - Lv. 10

    Spoiler:



  • Alex Evans:

    Um rapaz calmo que pouco fala. Inscreveu-se na academia de Braeburn e tornou-se facilmente no melhor aluno das instalações. Muitos consideram-no um prodígio. A maioria da academia odeia-o, talvez por inveja, apesar de ele ser amigável. Sabe-se que tem um talento nato para as batalhas Pokémon.

    Equipa Pokémon:

    - Duo (Doduo) - Lv. 22
    - Cham (Pancham) - Lv. 26
    - Rhy (Rhyhorn) - Lv. 30

    Spoiler:


Chapter 1 - Vs. Rattata

Spoiler:
Na região de Azure, na grande cidade de Braeburn, a população estava numa festa. Ao meio dia, muitos tinham a televisão ligada em casa, esperando com ansiedade o grande momento.

Um rapaz de roupas azuis e pretas, com cabelo castanho despenteado, corria por entre as ruas relativamente cheias da metrópole. Tinha um pão na boca e à cintura tinha duas Pokébolas.

Grr... não acredito que logo hoje tinha que adormecer…! Também não consegui dormir ontem, estava demasiado ansioso para este dia. É hoje! É hoje que vou conseguir o meu Pokédex! E depois vou percorrer a região toda e ganhar a Liga Pokémon! VAMOOOOSSSSS! – Este era Crimson. Dois anos atrás inscreveu-se na única academia de Azure, a academia de Braeburn com o sonho de conseguir um Pokédex e ser como os seus ídolos, os restantes Dex Holders. Depois de bastante trabalho chegou ao exame de qualificação e agora restava apenas ficar pelo menos em terceiro.

Acelerou o passo. No horizonte, já conseguia ver a academia. Entrou de rompante pelos portões abertos e dirigiu-se para o pátio exterior do outro lado das instalações. Já estavam lá os alunos, o diretor e bastantes repórteres, já para não falar que no céu estavam alguns helicópteros. Era mesmo verdade que o torneio iria ser transmitido por toda a região. Mas Crimson deu pouca importância a isso, estava era aliviado por ter chegado a horas, já que os alunos no campo esperavam pelo discurso do diretor e professor Blackthorn, o pesquisador de Azure, encarregue de distribuir os Pokédex.

Parece que cheguei a tempo… – Dizia, enquanto vagueava pelo campo.

Yo! Crimson! – Uma voz familiar chamava Crimson. Era o seu amigo de infância, Ken Rodgers, um rapaz da mesma idade que Crimson que se inscreveu na academia ao mesmo tempo. Os dois sempre tiveram uma rivalidade saudável mas nunca nada que se passasse dos limites. Crimson correu em direção ao rapaz – Então? Só faltam 2 minutos, quase que chegavas atrasado.

Ah, desculpa, adormeci. Mas o que importa é que cheguei a tempo.

É isso! Hoje, Crimson, vamos conseguir o nosso Pokédex! Tenho a certeza disso! – Gritou com entusiasmo.
Esperaram o pouco tempo que faltava. O director dirigiu-se para o topo de uma pequena plataforma em frente aos campos de combate onde os alunos se encontravam de momento. Posicionou-se em frente ao microfone. Todas as câmaras presentes no local apontaram para ele.

Sejam muito bem-vindos ao primeiro exame de qualificação da academia de Braeburn. Como sabem, apenas os cinquenta melhores alunos, os que tiveram melhores notas nos testes escritos e práticos, chegaram a esta fase. – Falou em cinquenta, mas via-se um menor número no pátio. Cerca de trinta e poucos. Alguns se calhar não quiseram vir, não podiam, ou não aguentaram com a pressão – Dar-se-á um torneio. Os combates serão anunciados. Nas primeiras fases, serão quatro combates de cada vez, daí os quatro campos. Todos os combate entre alunos serão arbitrados por um dos professores. Enquanto os combates são efectuados, os outros podem observar de uma das duas bancadas de cada lado do campo. Passando às regras: podem usar até três Pokémons, mais é proibido. Não podem usar items dentro de combate, mas os vossos companheiros podem segurar items. No fim de cada batalha, os vossos Pokémons serão curados pelo árbitro e avançarão até a próxima ronda. Sem mais demoras, podem começar, BOA SORTE A TODOS!! – Um alto grito ouviu-se por toda a escola. Os alunos expressavam a sua ansiedade. Rapidamente, no ecrã gigante atrás da plataforma onde estava o diretor, os primeiros quatro combates apareceram. Crimson não estava lá, mas Ken sim, contra um Joey.

Bem, parece que sou o primeiro a combater.

Boa sorte. – Disse Crimson. Ken sorriu e dirigiu-se para o campo de batalha onde estava o seu oponente, enquanto o seu amigo foi para as bancadas observá-lo.

O árbitro não demorou: O combate vai acabar quando todos os Pokémons de um lado estiverem incapazes de combater. Podem começar!

Joey rapidamente retirou a sua Pokébola e lançou-a para o campo de batalha. De lá, saiu um pequeno rato roxo, um Rattata! Ken fez o mesmo. Da sua Pokébola, saiu um um Shinx.

Rattata, Bite! – O pequeno roedor começou a correr a grande velocidade em direção ao Shinx de Ken. Com os seus afiados e longos dentes, tentou trincar o pescoço do pequeno leão.

Spark, Roar! – O Pokémon de Ken afastou o adversário com um grande rugido que ecoou pela arena inteira – Avança e ataca-o com Fire Fang! – Enquanto o Rattata de Joey voava para trás, Spark já se encontrava em movimento. Numa questão de segundos, trincou a perna do pequeno roedor, libertando umas chamas. O rato gritou em agonia, enquanto que tentava afastar o Shinx com a sua cauda.

Spark, liberta-o e depois ataca-o com Return! – O Pokémon fez o que foi comandado. Libertou a perna do Rattata de Joey e de seguida, ataca-o novamente com uma forte investida. O Pokémon adversário desmaiou imediatamente.

Quê? Return…? Para fazer assim tanto dano, o Pokémon teria que ter uma relação extremamente forte com o treinador.

E temos! O Spark foi o meu primeiro Pokémon, está comigo desde que eu tinha três anos. Spark, fizeste um excelente trabalho! Espera pelo próximo adversário.

(Este é o meu último Pokémon…) Vai, Psyduck! – Um pato amarelo foi materializado no campo de combate. Imediatamente pôs as mãos à cabeça.

Um Pokémon do tipo água? Fácil! Spark, usa Thunderbolt!

Psyduck, Protect! Depois segue com Scratch! – O Psyduck de Joey formou uma esfera invisível à sua volta que o protegeu dos raios eléctricos do pequeno leão. Estes quando atingiram a esfera foram imediatamente dispersos. De seguida, o pato avançou em direção ao oponente e desferiu um arranhão na cara de Spark que o derrotou de imediato.

C-Como? – Ken estava surpreendido, um Scratch normal não seria capaz de tanto dano. E foi aí que se lembrou. Quando o Rattata tentava afastar o Spark com a sua cauda, tinha utilizado o Tail Whip várias vezes, permitindo ao Psyduck de Joey poder derrotar o Pokémon de Ken com relativa facilidade – … Percebi. Spark, regressa. – O Pokémon foi envolvido numa luz vermelha e regressou à Pokébola – Fizeste um bom trabalho. – Disse Ken enquanto olhava para o seu Pokémon em miniatura dentro da Pokébola. Guardou-a e retirou outra – Vai, Spike.

Um Cacnea foi materializado no campo. Tinha um olhar feroz, ao contrário da maioria dos Cacneas selvagens, que parecem bastante pacíficos. O Spike de Ken pôs-se em posição de combate.

Spike, Growth!

Psyduck, Disable! – Mas foi tarde demais. O Cacnea de Ken já tinha aumentado em tamanho, tinha quase o dobro do seu tamanho anterior agora.

Absorb! – Spike esticou o braço e lançou uma esfera verde.

Psyduck, não deixes que isso te atinja, Water Pulse! – O oponente lançou vários anéis de água em direção à pequena bola, contudo, devido à superioridade do tipo erva sobre o tipo água, o ataque de Cacnea prosseguiu em direção ao pato amarelo, atingindo-o. Em pouco tempo, todo o HP de Psyduck tinha sido absorvido, deixando este Pokémon inconsciente.

O árbitro pronunciou-se: Todos os Pokémons de Joey estão incapazes de combater, Ken é o vencedor.

O rapaz aproximou-se de Spike e abraçou o pequeno Pokémon – Boa Spike, conseguimos ganhar! – Contudo, o Cacnea começou a lançar várias agulhas do seu corpo em direção ao seu dono – Au, au, au, pronto já percebi. – Spike regressou à sua Pokébola – Ainda não tens muita confiança em mim, eh? Eu percebo, apanhei-te à pouco tempo. – Ken começou a caminhar em direção às bancadas, onde Crimson estava.

Yo, Ken! Parabéns, conseguiste ganhar. – Felicitou o companheiro.

Ahaha, obrigado. Mas olha, já é a tua vez.

Ya, eu sei, já vi. – Crimson começou a sair das bancadas em direção à arena onde estava o seu oponente.

Boa sorte, Crimson! – O seu amigo não falou, limitou-se a erguer a mão enquanto caminhava rumo ao campo de combate. Não demorou muito até lá chegar.

O combate acabará quando todos os Pokémons de um lado estiverem incapazes de combater. Podem começar!
O oponente de Crimson, Fin, foi o primeiro a lançar o seu Pokémon. Da esfera vermelha, saiu um Slakoth, que estava a dormir.

A-A sério? – Crimson quase que caía ao chão. Ficou de boca aberta enquanto via o Slakoth do oponente a acordar, bocejando – Uhhhh…

Vais combater ou não? – Perguntou o adversário.

Crimson não demorou muito mais. Retirou uma das duas Pokébolas que tinha na cintura e, depois de olhar para a criatura fixamente, com um olhar confiante e sonhador, atirou a esfera para o campo de combate – Vai, Star!

Chapter 2 - Vs. Slakoth

Spoiler:
Um majestoso Pokémon do tipo Flying foi materializado no campo de batalha, em frente ao Slakoth do adversário de Crimson. Era um Staravia.

Slakoth, usa Scratch! – O Slakoth ergueu-se e lentamente começou a correr, de uma maneira um bocado cómica, em direção ao Staravia de Crimson.

Star, Double Team! Segue com o Quick Attack! – O Staravia desviou-se do Scratch com facilidade, levantou voo e começou a rodear o Slakoth do oponente. Passado pouco tempo, este estava rodeado por vários Staravias. De seguida, Star começou a brilhar e, a alta velocidade, avançou em direção a Slakoth atingindo-o com uma forte investida. O Pokémon adversário não se podia defender por causa da sua habilidade, Truant. Foi lançado para trás.

Slakoth, levanta-te! Rápido, usa Slack Off! – Slakoth deita-se e começa a descansar, de modo a tentar recuperar o HP perdido com o ataque do adversário.

Star, não deixes, usa Wing Attack! – O pássaro obedeceu. Esticou as suas asas e começou a voar em direção ao oponente. De seguida, atinge o Slakoth em cheio na cara com uma das suas asas, lançando-o para longe.

S-S-Slakoth…! Anda, usa Encore! – Slakoth não fez nada. Era, outra vez, fruto da sua habilidade, Truant.

Acabemos com isto, Star! Aerial Ace! – Star subiu ao céu e depois desceu como uma ave de rapina, em direção ao Slakoth. A meros centímetros dele, o Slakoth começa a brilhar e muda de forma. Mal mudou, bloqueou o ataque do Staravia com as suas mãos – E-Ele…evoluiu… Rápido, Star, sai daí! – Todavia, o novo Vigoroth de Fin não largava a asa do Star.

Brick Break! – Libertou uma das mãos e esticou os dedos todos. Depois, tentou atingir a ave com o seu ataque. Mas, a ave foi demasiado rápida. Mal Vigoroth libertou uma das asas de Star, este usa o Wing Attack no pescoço dele, empurrando-o para trás. O Staravia depois afasta-se e regressa para a beira de Crimson.

Bom trabalho, Star. – O Pokémon acena e mira o adversário do outro lado. Vigoroth tinha agora um olhar enfurecido na sua cara. Além disso, sangrava pelo pescoço, onde o Wing Attack tinha atingido.

Sla… quer dizer, Vigoroth! Brick Break outra vez! – O Pokémon começa a correr, enervado.

Apanhaste-nos de surpresa uma vez, mas não apanhas outra vez. Star, Double Team, e depois ataca com Aerial Ace! – O Staravia começou a voar à volta do Vigoroth, mas antes de fazer isto, o Brick Break do oponente raspa-lhe na asa esquerda. Star continua a voar, formando imagens atrás de si. Vigoroth ficou rapidamente rodeado. Meros segundos depois, Star começa a voar a alta velocidade em direção às costas de Vigoroth. Este vira-se.

Vigoroth, Scratch! – O oponente de Star ergue o braço direito e prepara-se para atacar.

FORÇA, STAR!! – a ave voa e estica a asa direita. Com um olhar sério, Star liberta um grito enquanto se aproximava de Vigoroth. Contudo, sentiu uma dor na asa esquerda, o que lhe danificou o equilíbrio. Star acabou por levar com o Scratch em cheio na cara. Todavia, o pássaro não desistiu. Ignorou a dor e aproveitando que Vigoroth tinha o corpo aberto, com as duas asas lança um Aerial Ace em cada um dos lados da barriga do Pokémon adversário, deixando-lhe dois cortes.

Enervado, Vigoroth usa outro Scratch na cara de Staravia, lançando-o para trás. Star ficou inconsciente. Mas, Vigoroth também não estava em bom estado. Tentou dar um passo para a frente e caiu.

Star regressou à sua Pokébola – Fizeste um excelente trabalho Star. Descansa agora. – Olhou para o seu Pokémon, orgulhoso. Guardou a Pokébola e retirou a última que tinha – É a tua vez, Zan. – Mas antes de lançar a esfera vermelha, o árbitro pronunciou-se:

Todos os Pokémons de Fin não podem mais combater, Crimson é o vencedor.

Só um Pokémon, huh? Zan, parece que não é agora que lutas. Desculpa. – Guardou a Pokébola do seu Pokémon e, pegando na de Star, deu ao árbitro, um dos seus professores, que o curou. Regressou, depois, à bancada.

Crimson, eu vi o combate, ganhaste! Mas aquela evolução foi uma surpresa…

Estou cada vez mais perto da final! – As rondas foram passando. Crimson e Ken venceram todos os seus combates com alguma facilidade. Os primeiros acabaram por ser os mais difíceis. Chegaram às meias-finais. Ken foi o primeiro a combater, ganhou.

Ken, parece que vou combater com um tal Alex Evans. Espero que não seja tão fácil como os outros todos. O pobre Zan ainda nem sequer combateu uma vez.

Não sabes quem é o Alex?

Hm? Não, porquê, devia?

Ele é o aluno com melhores notas nos testes práticos e escritos da academia inteira, e um dos favoritos para ganhar o torneio.

A sério? – A expressão de Crimson ficou mais séria. Começou a duvidar se conseguia ganhar frente ao seu novo adversário. Mas a expressão mudou novamente – O melhor huh? Ainda bem. Se quero ser o vencedor da Liga Pokémon, tenho que derrotar todos os bons treinadores que encontrar. Ken, vejo-te na final!

(Ele parece despreocupado… não sei se é porque está contente porque vai ter um bom adversário, ou porque está demasiado confiante.) Boa sorte Crimson! Não te atrevas a perder!

Crimson, secretamente nervoso, contudo, bastante excitado, dirigiu-se para a arena. Tinha que entrar logo com o seu máximo se queria vencer, era isso que ele estava a pensar. O seu oponente emitia uma aura calma. Do seu bolso retirou uma Pokébola e, sem olhar para o Pokémon lá dentro, atirou-a para a arena mal o árbitro deu permissão para o combate começar – Vai, Duo.

Um Doduo saiu da Pokébola. Tinha um ar despreocupado, relaxado, parecido com o Slakoth que Crimson tinha combatido no seu primeiro combate.

Star, Aerial Ace! – Crimson atirou a Pokébola e mal o pássaro foi materializado, começou a atacar.

Chapter 3 - Vs. Pancham

Spoiler:
O Staravia de Crimson mal foi materializado no campo de batalha lançou-se a alta velocidade em direção ao Doduo do adversário. Contudo, o oponente que parecia um tanto lento, desapareceu do campo de visão de Star.

Huh?! – Exclama Crimson.

Duo, Quick Attack. – Por cima de Star, que voava rente ao chão, o pássaro do adversário desce a alta velocidade, sendo envolvido por uma camada branca de luz.

Star, confunde-o com Double Team! – Staravia vira-se rapidamente. O Doduo adversário cai no chão, causando um estrondo, levantando bastante poeira. Quando esta desvaneceu, podia-se ver Duo rodeado de vários Staravias – Heh!

Mirror Move. – Duo também se começou a multiplicar. Copiou exactamente o ataque de Staravia e numa questão de segundos, o Pokémon de Crimson era agora quem estava rodeado.

Grr..

Duo, Fury Attack. – As imagens desapareceram mal o pássaro de Alex se pôs no ataque. Star tentava-se desviar dos dois bicos, mas era difícil. Conseguia escapar de alguns, contudo, era atingido por outros.

Star, Wing Attack! – O Pokémon saltou para trás e de seguida voa rente ao chão em direção ao Doduo adversário. Apanhando-o por surpresa, atinge-o com um Wing Attack no corpo. A ave adversária cai no chão.

Duo, levanta-te e ataca com Quick Attack. – Calmo como sempre, o treinador limitou-se a ordenar o seu Pokémon a atacar. Doduo tentava-se levantar, mas o Wing Attack de Star tinha feito bastante dano.

Star, Aerial Ace! – Mal o Doduo finalmente se levantou, levou com um forte golpe no corpo, deixando-o, desta vez, inconsciente – É isso, Star!

Doduo regressou à sua Pokébola. Alex olhou para ele, demonstrando orgulho e guardou a esfera vermelha, retirando outra – Cham. – Um panda saiu da Pokébola. Tinha um olhar que impunha respeito, convencido, arrogante. Tinha, também, uma folha na sua boca. Mal foi materializado no campo, começou a analisar o adversário.

(Um Pokémon de tipo Fighting? Estranho, ele devia saber que não consegue vencer o Star assim. Talvez seja o seu último Pokémon. De qualquer forma…) Star, Wing Attack! – Como sempre, Star fez o que foi ordenado. Voou rente ao chão, esticando bem as suas asas.

Cham, Leer. – O Pancham adversário pôs-se em posição de combate. Encarou Star e olhou para ele fixamente. De repente, as suas pupilas desapareceram, tornando o seu olhar muito mais ameaçador. Isto deixou Star desnorteado. O Pokémon de Crimson perdeu o equilíbrio no ar e a sua velocidade desceu bastante – Stone Edge. – Quando Star se aproximava, Cham saltou por cima e, ao erguer a sua mão, várias rochas saíram do solo e atingiram o Staravia de Crimson em cheio nas costas, deixando-o inconsciente no meio do campo de batalha.

S-Star….! – O Pokémon regressou à sua Pokébola. Crimson olhou para o Pokémon em miniatura dentro desta, que repousava após a sua dura batalha – Descansa Star, fizeste um excelente trabalho. – Retirou a última pokébola que tinha à cintura – Zan, é a tua vez. – Atirou-a para o meio do campo, em frente ao Pancham de Alex. Um Zangoose saiu de lá. Zan, além de ter a famosa risca vermelha no olho esquerdo como é característico de todos os Zangooses, tinha, também, uma cicatriz no olho direito – ZAN, BRICK BREAK!

(Tipo Normal? Deve ser o último Pokémon que tem.) Cham, Karate Chop. – Os dois Pokémons começaram a correr na direção de cada um. Começaram a trocar golpes. O Zangoose de Crimson bloqueava os Karate Chops de Pancham com os Brick Breaks e vice-versa. Um ataque na diagonal por parte de Zan fez com que Cham saltasse para trás. O Pokémon de Crimson acertou com o Brick Break no solo, quebrando-o. Zan parecia não ter sofrido dano, contudo, o mesmo não se pode dizer para Cham, que tinha as mãos cheias de sangue. Apesar de ambos os Pokémons estarem a bloquear os ataques um do outro, Brick Break é um ataque mais poderoso que Karate Chop.

Cham, Leer! – Alex Evans estava mais empolgado que o habitual,  fazendo, inclusive, alguns gestos com as mãos quando ditava alguma ordem, coisa que não era característica dele.

Zan, não deixes, Quick Attack! – O Pancham adversário tentou atacar mas antes que pudesse, já Zangoose estava à sua frente, acertando-lhe com uma forte investida no corpo, lançando-o para trás. Enervado, Pancham levantou-se logo a seguir, começando a ranger os dentes.

Cham, Stone Edge! – O panda ergueu as mãos e, do solo, saíram algumas rochas que voaram na direção do Pokémon adversário.

Zan, parte-as com o Brick Break e depois ataca o Pancham! – O Pokémon de Crimson atacou conforme ordenado. A alta velocidade, correu na direção das rochas e, com os seus dois braços, começou a parti-las com o Brick Break, não sofrendo qualquer dano com o ataque do adversário. Todavia, Pancham já se adiantara e, mal Zangoose parte a última rocha, o panda estava por baixo dele, acertando-lhe na barriga com um Karate Chop. O Pokémon de Crimson cuspiu um bocado de saliva, enquanto que Cham largava um sorriso arrogante.

É agora Zan, não deixes esta oportunidade escapar, Crush Claw! – O Pokémon ignorou a dor e agarrou no braço de Pancham, sorrindo logo depois. Com o outro braço que tinha livre, atacou o panda com as suas garras, diagonalmente. O Pokémon de Alex cai ao chão. Lentamente ergue-se, mas com bastantes dificuldades, o seu olho direito e a parte direita da sua face estavam cobertas de sangue. Olha para cima e vê Zan, encarando-o com um olhar enervado.

Cham, regressa. -  Cham começa a correr na direção do seu treinador.

Nem penses nisso! ZAN, PURSUIT! – Pancham olha para trás e, mal gira a cabeça, leva com uma forte investida por parte de Zan. Ficou no chão, inconsciente. Apesar do ataque ser pouco efectivo, o panda já parecia ter sofrido bastante dano neste combate.

Grr… – Alex mostrava, pela primeira vez no torneio, uma faceta diferente do habitual. Continuava calmo, mas enervara-se. O Pancham regressou à Pokébola e lançou o seu último Pokémon – Rhy.

Um Rhyhorn saiu e impôs-se no campo de batalha.

Um Rhyhorn, huh? Zan, consegues continuar? – O seu Pokémon acenou com a cabeça – Só precisamos de derrotar este Rhyhorn e depois temos o nosso Pokédex! Vamos, Zan! BRICK BREAK! – O Pokémon de Crimson largou um grito e começou a correr na direção de Rhy.

O Pokémon de Alex não recebeu ordens, agiu por si próprio. Começou a correr também na direção de Zangoose, baixando a cabeça. Os dois Pokémons colidem. Rhyhorn espeta com o seu corno na barriga de Zan, Horn Attack. O Pokémon de Crimson cuspiu um bocado de sangue. Porém, não vacila e impede que o adversário recue, ao agarrá-lo. Liberta uma das mãos e, com ela, desfere um golpe na horizontal no corpo de Rhyhorn, um Brick Break.

RRRRR! – O Rhyhorn adversário sentiu, claramente, o golpe. Mas, graças à sua tremenda resistência, continuou a atacar. Com Zangoose à sua frente, continuou a acertar na barriga deste várias vezes com o seu corno. Os Horn Attacks estavam a infligir grande dano.

ZAN, RECUA! – Zangoose tentou, mas antes de conseguir, encarou os olhos de Rhyhorn. Ao tentar saltar para trás, foi demasiado lento, e levou em cheio com um Horn Attack na barriga, sendo lançado para trás – ZAN!... N-Não percebo, devias ter conseguido desviares-te sem problemas, o que aconteceu?

Scary Face.

Uh?

O teu Pokémon encarou os olhos do meu Rhy, que usou Scary Face, diminuindo-lhe a velocidade.

Grr… – Crimson demonstrava-se claramente perturbado com o sucedido. Zan levanta-se. Já tinha sofrido bastante dano no combate. Sangrava pela barriga por causa dos sucessivos Horn Attacks – Zan, estás bem? – O Pokémon acenou com a cabeça.

Porque não desistes?

Quê?!

Ouviste-me bem. Porque não desistes? Não tens qualquer chance de ganhar, olha para o estado lastimável do teu Zangoose.

E desistir da chance de conseguir um Pokédex e realizar o meu… não, o NOSSO sonho?! Eu e o Zan estivemos juntos durante muito tempo. Nunca houve nada que não pudéssemos enfrentar. E este combate é apenas mais uma dessas coisas. – O Pokémon de Crimson gritou, indicando que concordava com o que o seu treinador estava a dizer – ZAN, ACABEMOS COM ISTO! - Zan começa a correr em direção a Rhyhorn.

Rhy, Rock Blast! – Várias rochas ergueram-se do já danificado solo e começaram a flutuar. Rhyhorn de seguida começou a lança-las na direção de Zangoose com o seu corno. O Pokémon de Crimson levava em cheio com elas na cara e no corpo. As rochas eram destruídas com o impacto. Contudo, Zan não vacilava e continuava a correr sempre em frente.

BRICK BREAK!

HORN ATTACK!

Os dois Pokémons gritaram enquanto que estavam quase a colidirem com os seus ataques. Todavia, Zangoose não aguentou com o dano anterior no combate e desmaiou a meros centímetros do corno de Rhyhorn, que atacou o ar. O árbitro foi inspeccionar o Pokémon de Crimson e deu o combate como terminado.

Crimson estava em choque. Mal se apercebeu do que se passava, correu na direção do seu Pokémon. Pegou nele nos braços e viu que ele estava bastante aleijado. Cheio de feridas e coberto de sangue na barriga: STÔR! – Chamou o professor, o árbitro que rapidamente pegou num Revive e meteu na boca do Pokémon inconsciente. Procedeu, de seguida, à cura das feridas com uma Super Potion. Zan acordou logo depois, um bocado atordoado.

ZAN! Estás bem? – O Pokémon de Crimson estava confundido, não sabia o que se passava – Zan, perdemos o combate… – Zan ficou logo triste, baixando a cabeça. Não podia acreditar que os seus esforços tinham sido para nada – Zan, oi, Zan! Ouve, ainda temos mais uma chance, precisamos de ficar em terceiro! Ainda temos mais um combate! Ainda não perdemos tudo! Anda lá, eu sei que vamos conseguir! – O Pokémon de Crimson acena com a cabeça e levanta-se logo depois, juntamente com o seu treinador.

Yo, Crimson! – Era Ken, saiu das bancadas e correu para a beira do seu amigo – O Zan está bem?

Agora sim. – Crimson olhou para o seu Pokémon e pôs-lhe a mão na cabeça. Este sorriu para Ken.

Ainda bem. Crimson, tiveste um bom combate. Aposto que se tivesses três Pokémons como ele, que ganhavas!

Ahaha, se calhar… – Disse com um sorriso. Depois, encarou Ken com um olhar sério, mas, ao mesmo tempo, com um sorriso na cara – Não te atrevas a perder. Ganha-me este torneio!

Mas é claro! – Ken dirigiu-se para a arena onde ia combater com Alex e Crimson, ao guardar o seu Zangoose na Pokébola, dirigiu-se para as bancadas.

O árbitro pegou num microfone e começou a falar: A final do exame de qualificação vai agora começar! Isto decidirá quem é o melhor aluno da academia! Ken Rodgers vs Alex Evans! QUE COMECE O COMBATE!

Metal!

Cham!

Os dois treinadores atiram as suas Pokébolas ao mesmo tempo e os Pokémons de ambos, Aron e Pancham, foram materializados no campo de batalha, confiantes para o combate.

Chapter 4 - Vs. Rhyhorn

Spoiler:
O combate entre Alex Evans e Ken Rodgers já durava algum tempo. Tanto o Aron e o Pancham foram retirados do combate e substituídos pelo Doduo e Cacnea, que já estavam inconscientes. Agora o Aron de Ken lutava novamente com o Pancham de Alex.  Nenhum dos Pokémons estava em bom estado. Pareciam que estavam no seu limite.

Metal, Mud Slap! – O Aron de Ken começou a lançar lama com as suas pernas dianteiras na direção do Cham de Alex. Infelizmente para este, a lama acertou-lhe em cheio nos olhos, impossibilitando a visão ao Pancham – TAKE DOWN! – O Aron começou a correr na direção do adversário e atinge-lhe na barriga com uma forte investida, enviando-o para o outro lado da arena.

… Esse Aron devia ter sofrido dano com o Take Down..

Não! Graças à sua habilidade, Rock Head! Aron, acaba com o Pancham com Metal Claw!

Aron avança na direção de Pancham, porém, este limpou os olhos, retirando a lama por completo.

Cham, Karate Chop! – Os dois Pokémons colidem. Apesar de Pancham ser relativamente mais rápido, tinha ainda bastantes partes do corpo cobertas por lama, impossibilitando-lhe que usasse a sua velocidade máxima. Os dois ataques acertam ao mesmo tempo, deixando ambos os Pokémon inconscientes.

Os treinadores lançam a última Pokébola para o campo de batalha. Rhyhorn e Luxio saíram.

Luxio? – Perguntava-se Crimson das bancadas – Deve ter evoluído sem eu ter visto.

Grrr… Ele tem a vantagem… – Fala Ken para si mesmo.

Rhy, Horn Attack! – Rhyhorn começou a correr na direção de Luxio o mais rápido que conseguisse.

Spark, desvia-te! – O Pokémon de Ken salta para trás e começa a correr à volta de Rhyhorn, desviando-se dos Horn Attacks do Pokémon de Alex – Isso mesmo…. Já sei! Spark, usa Bite no corno do Rhyhorn! – Luxio pára de correr à volta de Rhyhorn e segue sempre em frente, encarando o ataque do adversário. A meros centímetros do Pokémon de Alex, Luxio salta e mete-se em cima do corpo de Rhyhorn, trincando-lhe, depois, o corno.

Rhy, afasta-o! – Rhyhorn começa a andar às voltas na arena, mas não consegue tirar Luxio de cima de si, já que este estava bem agarrado a ele com os dentes e garras.

Spark, Fire Fang! – Os dentes do Pokémon de Ken começaram a ficar cobertos de fogo. As chamas espalharam-se pelo corno de Rhyhorn, começando a queimá-lo.

Rhy, Rock Blast! – Várias rochas saíram da arena e foram todas a voar em direção a Luxio, atingindo-o. O Pokémon de Ken foi lançado para longe. Estava bastante magoado pelo ataque de Rhyhorn.

RHY! BULLDOZE! – Rhyhorn salta e ca de volta no chão, provocando um pequeno tremor de terra na arena. Com as pernas, começa a atingir o solo, o que prolongava o tremor. Luxio estava num estado bastante mau, não conseguia aguentar com o ataque durante muito mais tempo.

Spark…! SALTA! – Spark abriu os olhos e mostrou o seu olhar determinado. Saltou como foi ordenado – Usa Thunderbolt!

Hm? Thunderbolt não vai resultar num Pokémon do tipo Ground como o Rhyhorn.

Não é nele que eu quero usar o ataque. Spark, Thunderbolt no chão! – Os raios eléctricos do leão que estava no meio do ar atingiram o duro solo, levantando um bocado de poeira que cobriu Rhyhorn – AGORA, FIRE FANG! – Rhyhorn sai do meio da poeira, porém, o Fire Fang anterior de Luxio ainda causava efeito. As chamas não tinham ainda desaparecido do seu corno. O Pokémon de Ken cria umas chamas nos seus dentes e, enquanto cai, mete-se numa posição de modo a poder atacar o Pokémon de Alex.

RHY, HORN ATTACK! – Apesar da grande dor que sentia no corno por causa da queimadura, Rhyhorn espera que Luxio desça e, ao momento certo, usa Scary Face, seguido de um Horn Attack mesmo na barriga do Pokémon de Ken, que foi lançado para longe, ficando inconsciente.

E TERMINOU O COMBATE! O VENCEDOR DO PRIMEIRO EXAME DE QUALIFICAÇÃO É ALEX EVANS! MUITOS PARABÉNS!! – Dizia o árbitro no seu microfone. Ken foi buscar o seu Pokémon, tratando-o e depois aproximou-se de Alex:

Parabéns!

Tu também, foste excelente. – Os dois cumprimentaram-se e depois dirigiram-se para as bancadas, para observarem o combate final do dia: a qualificação para o terceiro lugar.

Crimson deu os parabéns ao colega, apesar da derrota deste, e dirigiu-se para a arena. Para a sua oportunidade final de conseguir um Pokédex. Era agora ou nunca, tudo ou nada. O seu oponente parecia também determinado a ganhar o combate. Crimson pegou nas suas duas Pokébolas e olhou para os Pokémons em miniatura lá dentro que também olhavam para o seu treinador: É agora. Star, Zan, dêem tudo que tiverem neste combate. Vamos ganhar! – Os Pokémons sorriram e acenaram.

E agora vai começar o combate para decidir quem será que vai conseguir o terceiro Pokédex: Crimson vs Edward! PODEM COMEÇAR!

Os dois treinadores lançam as Pokébolas para o campo de batalha. De lá, saem o Star de Crimson e um Pidgeotto por parte do oponente.



Última edição por Jump em Dom Mar 02, 2014 7:38 pm, editado 13 vez(es)


_________________
Ver perfil do usuário

Nome: Ken Rodgers
Descrição: Depois meto uma pic
Personalidade: Ken está sempre alegre e a sorrir, mesmo em adversidades. Ele apoia sempre os seus amigos e recusa-se a desistir em qualquer situação. Apesar de estar sempre a mandar piadas secas (e piadas fixes, de vez em quando), é uma companhia agradável, que enfrenta os problemas de cabeça erguida e sorriso na cara. Para além disso, sabe sempre a coisa certa para dizer.
Pokemons (para já): Pokemon-Nickname
Shinx-Spark
Cacnea-Spike
Aron-Metall
Magikarp-Koi


_________________

Do you know what heroes are? Say there is a chunk of meat. Pirates will have a banquet and eat it, but heroes will share it with other people. I want all the meat!
Ver perfil do usuário
avatar
Alex
Fundador
Fundador

Nome: Alex Evans
Personalidade: É calmo e relaxado. Contudo, está sempre um passo à frente do adversário.
Pokemons: Pancham (cham), Doduo (Duo) e Rhyhorn (Rhy).


_________________
Ver perfil do usuário
avatar
Drizzy
Administrador
Administrador

Chapter 1 - Vs. Rattata

Na região de Azure, na grande cidade de Braeburn, a população estava numa festa. Ao meio dia, muitos tinham a televisão ligada em casa, esperando com ansiedade o grande momento.

Um rapaz de roupas azuis e pretas, com cabelo castanho despenteado, corria por entre as ruas relativamente cheias da metrópole. Tinha um pão na boca e à cintura tinha duas Pokébolas.

Grr... não acredito que logo hoje tinha que adormecer…! Também não consegui dormir ontem, estava demasiado ansioso para este dia. É hoje! É hoje que vou conseguir o meu Pokédex! E depois vou percorrer a região toda e ganhar a Liga Pokémon! VAMOOOOSSSSS! – Este era Crimson. Dois anos atrás inscreveu-se na única academia de Azure, a academia de Braeburn com o sonho de conseguir um Pokédex e ser como os seus ídolos, os restantes Dex Holders. Depois de bastante trabalho chegou ao exame de qualificação e agora restava apenas ficar pelo menos em terceiro.

Acelerou o passo. No horizonte, já conseguia ver a academia. Entrou de rompante pelos portões abertos e dirigiu-se para o pátio exterior do outro lado das instalações. Já estavam lá os alunos, o diretor e bastantes repórteres, já para não falar que no céu estavam alguns helicópteros. Era mesmo verdade que o torneio iria ser transmitido por toda a região. Mas Crimson deu pouca importância a isso, estava era aliviado por ter chegado a horas, já que os alunos no campo esperavam pelo discurso do diretor e professor Blackthorn, o pesquisador de Azure, encarregue de distribuir os Pokédex.

Parece que cheguei a tempo… – Dizia, enquanto vagueava pelo campo.

Yo! Crimson! – Uma voz familiar chamava Crimson. Era o seu amigo de infância, Ken Rodgers, um rapaz da mesma idade que Crimson que se inscreveu na academia ao mesmo tempo. Os dois sempre tiveram uma rivalidade saudável mas nunca nada que se passasse dos limites. Crimson correu em direção ao rapaz – Então? Só faltam 2 minutos, quase que chegavas atrasado.

Ah, desculpa, adormeci. Mas o que importa é que cheguei a tempo.

É isso! Hoje, Crimson, vamos conseguir o nosso Pokédex! Tenho a certeza disso! – Gritou com entusiasmo.
Esperaram o pouco tempo que faltava. O director dirigiu-se para o topo de uma pequena plataforma em frente aos campos de combate onde os alunos se encontravam de momento. Posicionou-se em frente ao microfone. Todas as câmaras presentes no local apontaram para ele.

Sejam muito bem-vindos ao primeiro exame de qualificação da academia de Braeburn. Como sabem, apenas os cinquenta melhores alunos, os que tiveram melhores notas nos testes escritos e práticos, chegaram a esta fase. – Falou em cinquenta, mas via-se um menor número no pátio. Cerca de trinta e poucos. Alguns se calhar não quiseram vir, não podiam, ou não aguentaram com a pressão – Dar-se-á um torneio. Os combates serão anunciados. Nas primeiras fases, serão quatro combates de cada vez, daí os quatro campos. Todos os combate entre alunos serão arbitrados por um dos professores. Enquanto os combates são efectuados, os outros podem observar de uma das duas bancadas de cada lado do campo. Passando às regras: podem usar até três Pokémons, mais é proibido. Não podem usar items dentro de combate, mas os vossos companheiros podem segurar items. No fim de cada batalha, os vossos Pokémons serão curados pelo árbitro e avançarão até a próxima ronda. Sem mais demoras, podem começar, BOA SORTE A TODOS!! – Um alto grito ouviu-se por toda a escola. Os alunos expressavam a sua ansiedade. Rapidamente, no ecrã gigante atrás da plataforma onde estava o diretor, os primeiros quatro combates apareceram. Crimson não estava lá, mas Ken sim, contra um Joey.

Bem, parece que sou o primeiro a combater.

Boa sorte. – Disse Crimson. Ken sorriu e dirigiu-se para o campo de batalha onde estava o seu oponente, enquanto o seu amigo foi para as bancadas observá-lo.

O árbitro não demorou: O combate vai acabar quando todos os Pokémons de um lado estiverem incapazes de combater. Podem começar!

Joey rapidamente retirou a sua Pokébola e lançou-a para o campo de batalha. De lá, saiu um pequeno rato roxo, um Rattata! Ken fez o mesmo. Da sua Pokébola, saiu um um Shinx.

Rattata, Bite! – O pequeno roedor começou a correr a grande velocidade em direção ao Shinx de Ken. Com os seus afiados e longos dentes, tentou trincar o pescoço do pequeno leão.

Spark, Roar! – O Pokémon de Ken afastou o adversário com um grande rugido que ecoou pela arena inteira – Avança e ataca-o com Fire Fang! – Enquanto o Rattata de Joey voava para trás, Spark já se encontrava em movimento. Numa questão de segundos, trincou a perna do pequeno roedor, libertando umas chamas. O rato gritou em agonia, enquanto que tentava afastar o Shinx com a sua cauda.

Spark, liberta-o e depois ataca-o com Return! – O Pokémon fez o que foi comandado. Libertou a perna do Rattata de Joey e de seguida, ataca-o novamente com uma forte investida. O Pokémon adversário desmaiou imediatamente.

Quê? Return…? Para fazer assim tanto dano, o Pokémon teria que ter uma relação extremamente forte com o treinador.

E temos! O Spark foi o meu primeiro Pokémon, está comigo desde que eu tinha três anos. Spark, fizeste um excelente trabalho! Espera pelo próximo adversário.

(Este é o meu último Pokémon…) Vai, Psyduck! – Um pato amarelo foi materializado no campo de combate. Imediatamente pôs as mãos à cabeça.

Um Pokémon do tipo água? Fácil! Spark, usa Thunderbolt!

Psyduck, Protect! Depois segue com Scratch! – O Psyduck de Joey formou uma esfera invisível à sua volta que o protegeu dos raios eléctricos do pequeno leão. Estes quando atingiram a esfera foram imediatamente dispersos. De seguida, o pato avançou em direção ao oponente e desferiu um arranhão na cara de Spark que o derrotou de imediato.

C-Como? – Ken estava surpreendido, um Scratch normal não seria capaz de tanto dano. E foi aí que se lembrou. Quando o Rattata tentava afastar o Spark com a sua cauda, tinha utilizado o Tail Whip várias vezes, permitindo ao Psyduck de Joey poder derrotar o Pokémon de Ken com relativa facilidade – … Percebi. Spark, regressa. – O Pokémon foi envolvido numa luz vermelha e regressou à Pokébola – Fizeste um bom trabalho. – Disse Ken enquanto olhava para o seu Pokémon em miniatura dentro da Pokébola. Guardou-a e retirou outra – Vai, Spike.

Um Cacnea foi materializado no campo. Tinha um olhar feroz, ao contrário da maioria dos Cacneas selvagens, que parecem bastante pacíficos. O Spike de Ken pôs-se em posição de combate.

Spike, Growth!

Psyduck, Disable! – Mas foi tarde demais. O Cacnea de Ken já tinha aumentado em tamanho, tinha quase o dobro do seu tamanho anterior agora.

Absorb! – Spike esticou o braço e lançou uma esfera verde.

Psyduck, não deixes que isso te atinja, Water Pulse! – O oponente lançou vários anéis de água em direção à pequena bola, contudo, devido à superioridade do tipo erva sobre o tipo água, o ataque de Cacnea prosseguiu em direção ao pato amarelo, atingindo-o. Em pouco tempo, todo o HP de Psyduck tinha sido absorvido, deixando este Pokémon inconsciente.

O árbitro pronunciou-se: Todos os Pokémons de Joey estão incapazes de combater, Ken é o vencedor.

O rapaz aproximou-se de Spike e abraçou o pequeno Pokémon – Boa Spike, conseguimos ganhar! – Contudo, o Cacnea começou a lançar várias agulhas do seu corpo em direção ao seu dono – Au, au, au, pronto já percebi. – Spike regressou à sua Pokébola – Ainda não tens muita confiança em mim, eh? Eu percebo, apanhei-te à pouco tempo. – Ken começou a caminhar em direção às bancadas, onde Crimson estava.

Yo, Ken! Parabéns, conseguiste ganhar. – Felicitou o companheiro.

Ahaha, obrigado. Mas olha, já é a tua vez.

Ya, eu sei, já vi. – Crimson começou a sair das bancadas em direção à arena onde estava o seu oponente.

Boa sorte, Crimson! – O seu amigo não falou, limitou-se a erguer a mão enquanto caminhava rumo ao campo de combate. Não demorou muito até lá chegar.

O combate acabará quando todos os Pokémons de um lado estiverem incapazes de combater. Podem começar!
O oponente de Crimson, Fin, foi o primeiro a lançar o seu Pokémon. Da esfera vermelha, saiu um Slakoth, que estava a dormir.

A-A sério? – Crimson quase que caía ao chão. Ficou de boca aberta enquanto via o Slakoth do oponente a acordar, bocejando – Uhhhh…

Vais combater ou não? – Perguntou o adversário.

Crimson não demorou muito mais. Retirou uma das duas Pokébolas que tinha na cintura e, depois de olhar para a criatura fixamente, com um olhar confiante e sonhador, atirou a esfera para o campo de combate – Vai, Star!


_________________
Ver perfil do usuário

5 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Sab Mar 01, 2014 11:48 pm

avatar
Drizzy
Administrador
Administrador

Chapter 2 - Vs. Slakoth

Um majestoso Pokémon do tipo Flying foi materializado no campo de batalha, em frente ao Slakoth do adversário de Crimson. Era um Staravia.

Slakoth, usa Scratch! – O Slakoth ergueu-se e lentamente começou a correr, de uma maneira um bocado cómica, em direção ao Staravia de Crimson.

Star, Double Team! Segue com o Quick Attack! – O Staravia desviou-se do Scratch com facilidade, levantou voo e começou a rodear o Slakoth do oponente. Passado pouco tempo, este estava rodeado por vários Staravias. De seguida, Star começou a brilhar e, a alta velocidade, avançou em direção a Slakoth atingindo-o com uma forte investida. O Pokémon adversário não se podia defender por causa da sua habilidade, Truant. Foi lançado para trás.

Slakoth, levanta-te! Rápido, usa Slack Off! – Slakoth deita-se e começa a descansar, de modo a tentar recuperar o HP perdido com o ataque do adversário.

Star, não deixes, usa Wing Attack! – O pássaro obedeceu. Esticou as suas asas e começou a voar em direção ao oponente. De seguida, atinge o Slakoth em cheio na cara com uma das suas asas, lançando-o para longe.

S-S-Slakoth…! Anda, usa Encore! – Slakoth não fez nada. Era, outra vez, fruto da sua habilidade, Truant.

Acabemos com isto, Star! Aerial Ace! – Star subiu ao céu e depois desceu como uma ave de rapina, em direção ao Slakoth. A meros centímetros dele, o Slakoth começa a brilhar e muda de forma. Mal mudou, bloqueou o ataque do Staravia com as suas mãos – E-Ele…evoluiu… Rápido, Star, sai daí! – Todavia, o novo Vigoroth de Fin não largava a asa do Star.

Brick Break! – Libertou uma das mãos e esticou os dedos todos. Depois, tentou atingir a ave com o seu ataque. Mas, a ave foi demasiado rápida. Mal Vigoroth libertou uma das asas de Star, este usa o Wing Attack no pescoço dele, empurrando-o para trás. O Staravia depois afasta-se e regressa para a beira de Crimson.

Bom trabalho, Star. – O Pokémon acena e mira o adversário do outro lado. Vigoroth tinha agora um olhar enfurecido na sua cara. Além disso, sangrava pelo pescoço, onde o Wing Attack tinha atingido.

Sla… quer dizer, Vigoroth! Brick Break outra vez! – O Pokémon começa a correr, enervado.

Apanhaste-nos de surpresa uma vez, mas não apanhas outra vez. Star, Double Team, e depois ataca com Aerial Ace! – O Staravia começou a voar à volta do Vigoroth, mas antes de fazer isto, o Brick Break do oponente raspa-lhe na asa esquerda. Star continua a voar, formando imagens atrás de si. Vigoroth ficou rapidamente rodeado. Meros segundos depois, Star começa a voar a alta velocidade em direção às costas de Vigoroth. Este vira-se.

Vigoroth, Scratch! – O oponente de Star ergue o braço direito e prepara-se para atacar.

FORÇA, STAR!! – a ave voa e estica a asa direita. Com um olhar sério, Star liberta um grito enquanto se aproximava de Vigoroth. Contudo, sentiu uma dor na asa esquerda, o que lhe danificou o equilíbrio. Star acabou por levar com o Scratch em cheio na cara. Todavia, o pássaro não desistiu. Ignorou a dor e aproveitando que Vigoroth tinha o corpo aberto, com as duas asas lança um Aerial Ace em cada um dos lados da barriga do Pokémon adversário, deixando-lhe dois cortes.

Enervado, Vigoroth usa outro Scratch na cara de Staravia, lançando-o para trás. Star ficou inconsciente. Mas, Vigoroth também não estava em bom estado. Tentou dar um passo para a frente e caiu.

Star regressou à sua Pokébola – Fizeste um excelente trabalho Star. Descansa agora. – Olhou para o seu Pokémon, orgulhoso. Guardou a Pokébola e retirou a última que tinha – É a tua vez, Zan. – Mas antes de lançar a esfera vermelha, o árbitro pronunciou-se:

Todos os Pokémons de Fin não podem mais combater, Crimson é o vencedor.

Só um Pokémon, huh? Zan, parece que não é agora que lutas. Desculpa. – Guardou a Pokébola do seu Pokémon e, pegando na de Star, deu ao árbitro, um dos seus professores, que o curou. Regressou, depois, à bancada.

Crimson, eu vi o combate, ganhaste! Mas aquela evolução foi uma surpresa…

Estou cada vez mais perto da final! – As rondas foram passando. Crimson e Ken venceram todos os seus combates com alguma facilidade. Os primeiros acabaram por ser os mais difíceis. Chegaram às meias-finais. Ken foi o primeiro a combater, ganhou.

Ken, parece que vou combater com um tal Alex Evans. Espero que não seja tão fácil como os outros todos. O pobre Zan ainda nem sequer combateu uma vez.

Não sabes quem é o Alex?

Hm? Não, porquê, devia?

Ele é o aluno com melhores notas nos testes práticos e escritos da academia inteira, e um dos favoritos para ganhar o torneio.

A sério? – A expressão de Crimson ficou mais séria. Começou a duvidar se conseguia ganhar frente ao seu novo adversário. Mas a expressão mudou novamente – O melhor huh? Ainda bem. Se quero ser o vencedor da Liga Pokémon, tenho que derrotar todos os bons treinadores que encontrar. Ken, vejo-te na final!

(Ele parece despreocupado… não sei se é porque está contente porque vai ter um bom adversário, ou porque está demasiado confiante.) Boa sorte Crimson! Não te atrevas a perder!

Crimson, secretamente nervoso, contudo, bastante excitado, dirigiu-se para a arena. Tinha que entrar logo com o seu máximo se queria vencer, era isso que ele estava a pensar. O seu oponente emitia uma aura calma. Do seu bolso retirou uma Pokébola e, sem olhar para o Pokémon lá dentro, atirou-a para a arena mal o árbitro deu permissão para o combate começar – Vai, Duo.

Um Doduo saiu da Pokébola. Tinha um ar despreocupado, relaxado, parecido com o Slakoth que Crimson tinha combatido no seu primeiro combate.

Star, Aerial Ace! – Crimson atirou a Pokébola e mal o pássaro foi materializado, começou a atacar.


_________________
Ver perfil do usuário

6 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Dom Mar 02, 2014 12:59 am

avatar
Kaizou
Anime & Manga
Anime & Manga

Gostei da fic Very Happy
Also...


Nome:Taiyo Tsuki
Personalidade:Calmo e pensativo.Preza acima de tudo em batalhas, a estratégia.Tem um raciocínio veloz.É paciente e gosta de assobiar musicas calmas.Embora seja calmo se assusta muito facilmente.
Pokémon:
Quilava - Quiqui
Pidgeotto - Bird Jesus Flyer
Poliwhirl - Mizu
Haunter - Shadow
Gabite - Gaby


_________________
 
Ver perfil do usuário

7 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Dom Mar 02, 2014 11:59 am

avatar
Alex
Fundador
Fundador

É uma fic, tal como o Manga, agradável de se ler. Espero que continues a escrever, porque confesso que fiquei um pouco "agarrado".

Gostei de alguns pormenores como o uso de tácticas e todas as batalhas e a miniatura do Pokémon dentro da Pokébola.


_________________
Ver perfil do usuário
avatar
Makaveli
Legendary
Legendary



Nome: Arnold Benteke
Personalidade: É um rapaz mudo. Normalmente, é visto como um jovem muito calado, poucos conhecem o seu problema. Não gosta de socializar, o facto de não poder falar fez com que ouvisse mais claramente. Chegou à conclusão que os humanos não dizem nada de jeito.
Pokemon:

  • Lickitung
  • Gliscor
  • Espeon


_________________


[23:11:07] Black Bullet : eu tava a ver se te comia a torre
Ver perfil do usuário
avatar
Drizzy
Administrador
Administrador

Chapter 3 - Vs. Pancham

O Staravia de Crimson mal foi materializado no campo de batalha lançou-se a alta velocidade em direção ao Doduo do adversário. Contudo, o oponente que parecia um tanto lento, desapareceu do campo de visão de Star.

Huh?! – Exclama Crimson.

Duo, Quick Attack. – Por cima de Star, que voava rente ao chão, o pássaro do adversário desce a alta velocidade, sendo envolvido por uma camada branca de luz.

Star, confunde-o com Double Team! – Staravia vira-se rapidamente. O Doduo adversário cai no chão, causando um estrondo, levantando bastante poeira. Quando esta desvaneceu, podia-se ver Duo rodeado de vários Staravias – Heh!

Mirror Move. – Duo também se começou a multiplicar. Copiou exactamente o ataque de Staravia e numa questão de segundos, o Pokémon de Crimson era agora quem estava rodeado.

Grr..

Duo, Fury Attack. – As imagens desapareceram mal o pássaro de Alex se pôs no ataque. Star tentava-se desviar dos dois bicos, mas era difícil. Conseguia escapar de alguns, contudo, era atingido por outros.

Star, Wing Attack! – O Pokémon saltou para trás e de seguida voa rente ao chão em direção ao Doduo adversário. Apanhando-o por surpresa, atinge-o com um Wing Attack no corpo. A ave adversária cai no chão.

Duo, levanta-te e ataca com Quick Attack. – Calmo como sempre, o treinador limitou-se a ordenar o seu Pokémon a atacar. Doduo tentava-se levantar, mas o Wing Attack de Star tinha feito bastante dano.

Star, Aerial Ace! – Mal o Doduo finalmente se levantou, levou com um forte golpe no corpo, deixando-o, desta vez, inconsciente – É isso, Star!

Doduo regressou à sua Pokébola. Alex olhou para ele, demonstrando orgulho e guardou a esfera vermelha, retirando outra – Cham. – Um panda saiu da Pokébola. Tinha um olhar que impunha respeito, convencido, arrogante. Tinha, também, uma folha na sua boca. Mal foi materializado no campo, começou a analisar o adversário.

(Um Pokémon de tipo Fighting? Estranho, ele devia saber que não consegue vencer o Star assim. Talvez seja o seu último Pokémon. De qualquer forma…) Star, Wing Attack! – Como sempre, Star fez o que foi ordenado. Voou rente ao chão, esticando bem as suas asas.

Cham, Leer. – O Pancham adversário pôs-se em posição de combate. Encarou Star e olhou para ele fixamente. De repente, as suas pupilas desapareceram, tornando o seu olhar muito mais ameaçador. Isto deixou Star desnorteado. O Pokémon de Crimson perdeu o equilíbrio no ar e a sua velocidade desceu bastante – Stone Edge. – Quando Star se aproximava, Cham saltou por cima e, ao erguer a sua mão, várias rochas saíram do solo e atingiram o Staravia de Crimson em cheio nas costas, deixando-o inconsciente no meio do campo de batalha.

S-Star….! – O Pokémon regressou à sua Pokébola. Crimson olhou para o Pokémon em miniatura dentro desta, que repousava após a sua dura batalha – Descansa Star, fizeste um excelente trabalho. – Retirou a última pokébola que tinha à cintura – Zan, é a tua vez. – Atirou-a para o meio do campo, em frente ao Pancham de Alex. Um Zangoose saiu de lá. Zan, além de ter a famosa risca vermelha no olho esquerdo como é característico de todos os Zangooses, tinha, também, uma cicatriz no olho direito – ZAN, BRICK BREAK!

(Tipo Normal? Deve ser o último Pokémon que tem.) Cham, Karate Chop. – Os dois Pokémons começaram a correr na direção de cada um. Começaram a trocar golpes. O Zangoose de Crimson bloqueava os Karate Chops de Pancham com os Brick Breaks e vice-versa. Um ataque na diagonal por parte de Zan fez com que Cham saltasse para trás. O Pokémon de Crimson acertou com o Brick Break no solo, quebrando-o. Zan parecia não ter sofrido dano, contudo, o mesmo não se pode dizer para Cham, que tinha as mãos cheias de sangue. Apesar de ambos os Pokémons estarem a bloquear os ataques um do outro, Brick Break é um ataque mais poderoso que Karate Chop.

Cham, Leer! – Alex Evans estava mais empolgado que o habitual,  fazendo, inclusive, alguns gestos com as mãos quando ditava alguma ordem, coisa que não era característica dele.

Zan, não deixes, Quick Attack! – O Pancham adversário tentou atacar mas antes que pudesse, já Zangoose estava à sua frente, acertando-lhe com uma forte investida no corpo, lançando-o para trás. Enervado, Pancham levantou-se logo a seguir, começando a ranger os dentes.

Cham, Stone Edge! – O panda ergueu as mãos e, do solo, saíram algumas rochas que voaram na direção do Pokémon adversário.

Zan, parte-as com o Brick Break e depois ataca o Pancham! – O Pokémon de Crimson atacou conforme ordenado. A alta velocidade, correu na direção das rochas e, com os seus dois braços, começou a parti-las com o Brick Break, não sofrendo qualquer dano com o ataque do adversário. Todavia, Pancham já se adiantara e, mal Zangoose parte a última rocha, o panda estava por baixo dele, acertando-lhe na barriga com um Karate Chop. O Pokémon de Crimson cuspiu um bocado de saliva, enquanto que Cham largava um sorriso arrogante.

É agora Zan, não deixes esta oportunidade escapar, Crush Claw! – O Pokémon ignorou a dor e agarrou no braço de Pancham, sorrindo logo depois. Com o outro braço que tinha livre, atacou o panda com as suas garras, diagonalmente. O Pokémon de Alex cai ao chão. Lentamente ergue-se, mas com bastantes dificuldades, o seu olho direito e a parte direita da sua face estavam cobertas de sangue. Olha para cima e vê Zan, encarando-o com um olhar enervado.

Cham, regressa. -  Cham começa a correr na direção do seu treinador.

Nem penses nisso! ZAN, PURSUIT! – Pancham olha para trás e, mal gira a cabeça, leva com uma forte investida por parte de Zan. Ficou no chão, inconsciente. Apesar do ataque ser pouco efectivo, o panda já parecia ter sofrido bastante dano neste combate.

Grr… – Alex mostrava, pela primeira vez no torneio, uma faceta diferente do habitual. Continuava calmo, mas enervara-se. O Pancham regressou à Pokébola e lançou o seu último Pokémon – Rhy.

Um Rhyhorn saiu e impôs-se no campo de batalha.

Um Rhyhorn, huh? Zan, consegues continuar? – O seu Pokémon acenou com a cabeça – Só precisamos de derrotar este Rhyhorn e depois temos o nosso Pokédex! Vamos, Zan! BRICK BREAK! – O Pokémon de Crimson largou um grito e começou a correr na direção de Rhy.

O Pokémon de Alex não recebeu ordens, agiu por si próprio. Começou a correr também na direção de Zangoose, baixando a cabeça. Os dois Pokémons colidem. Rhyhorn espeta com o seu corno na barriga de Zan, Horn Attack. O Pokémon de Crimson cuspiu um bocado de sangue. Porém, não vacila e impede que o adversário recue, ao agarrá-lo. Liberta uma das mãos e, com ela, desfere um golpe na horizontal no corpo de Rhyhorn, um Brick Break.

RRRRR! – O Rhyhorn adversário sentiu, claramente, o golpe. Mas, graças à sua tremenda resistência, continuou a atacar. Com Zangoose à sua frente, continuou a acertar na barriga deste várias vezes com o seu corno. Os Horn Attacks estavam a infligir grande dano.

ZAN, RECUA! – Zangoose tentou, mas antes de conseguir, encarou os olhos de Rhyhorn. Ao tentar saltar para trás, foi demasiado lento, e levou em cheio com um Horn Attack na barriga, sendo lançado para trás – ZAN!... N-Não percebo, devias ter conseguido desviares-te sem problemas, o que aconteceu?

Scary Face.

Uh?

O teu Pokémon encarou os olhos do meu Rhy, que usou Scary Face, diminuindo-lhe a velocidade.

Grr… – Crimson demonstrava-se claramente perturbado com o sucedido. Zan levanta-se. Já tinha sofrido bastante dano no combate. Sangrava pela barriga por causa dos sucessivos Horn Attacks – Zan, estás bem? – O Pokémon acenou com a cabeça.

Porque não desistes?

Quê?!

Ouviste-me bem. Porque não desistes? Não tens qualquer chance de ganhar, olha para o estado lastimável do teu Zangoose.

E desistir da chance de conseguir um Pokédex e realizar o meu… não, o NOSSO sonho?! Eu e o Zan estivemos juntos durante muito tempo. Nunca houve nada que não pudéssemos enfrentar. E este combate é apenas mais uma dessas coisas. – O Pokémon de Crimson gritou, indicando que concordava com o que o seu treinador estava a dizer – ZAN, ACABEMOS COM ISTO! - Zan começa a correr em direção a Rhyhorn.

Rhy, Rock Blast! – Várias rochas ergueram-se do já danificado solo e começaram a flutuar. Rhyhorn de seguida começou a lança-las na direção de Zangoose com o seu corno. O Pokémon de Crimson levava em cheio com elas na cara e no corpo. As rochas eram destruídas com o impacto. Contudo, Zan não vacilava e continuava a correr sempre em frente.

BRICK BREAK!

HORN ATTACK!

Os dois Pokémons gritaram enquanto que estavam quase a colidirem com os seus ataques. Todavia, Zangoose não aguentou com o dano anterior no combate e desmaiou a meros centímetros do corno de Rhyhorn, que atacou o ar. O árbitro foi inspeccionar o Pokémon de Crimson e deu o combate como terminado.

Crimson estava em choque. Mal se apercebeu do que se passava, correu na direção do seu Pokémon. Pegou nele nos braços e viu que ele estava bastante aleijado. Cheio de feridas e coberto de sangue na barriga: STÔR! – Chamou o professor, o árbitro que rapidamente pegou num Revive e meteu na boca do Pokémon inconsciente. Procedeu, de seguida, à cura das feridas com uma Super Potion. Zan acordou logo depois, um bocado atordoado.

ZAN! Estás bem? – O Pokémon de Crimson estava confundido, não sabia o que se passava – Zan, perdemos o combate… – Zan ficou logo triste, baixando a cabeça. Não podia acreditar que os seus esforços tinham sido para nada – Zan, oi, Zan! Ouve, ainda temos mais uma chance, precisamos de ficar em terceiro! Ainda temos mais um combate! Ainda não perdemos tudo! Anda lá, eu sei que vamos conseguir! – O Pokémon de Crimson acena com a cabeça e levanta-se logo depois, juntamente com o seu treinador.

Yo, Crimson! – Era Ken, saiu das bancadas e correu para a beira do seu amigo – O Zan está bem?

Agora sim. – Crimson olhou para o seu Pokémon e pôs-lhe a mão na cabeça. Este sorriu para Ken.

Ainda bem. Crimson, tiveste um bom combate. Aposto que se tivesses três Pokémons como ele, que ganhavas!

Ahaha, se calhar… – Disse com um sorriso. Depois, encarou Ken com um olhar sério, mas, ao mesmo tempo, com um sorriso na cara – Não te atrevas a perder. Ganha-me este torneio!

Mas é claro! – Ken dirigiu-se para a arena onde ia combater com Alex e Crimson, ao guardar o seu Zangoose na Pokébola, dirigiu-se para as bancadas.

O árbitro pegou num microfone e começou a falar: A final do exame de qualificação vai agora começar! Isto decidirá quem é o melhor aluno da academia! Ken Rodgers vs Alex Evans! QUE COMECE O COMBATE!

Metal!

Cham!

Os dois treinadores atiram as suas Pokébolas ao mesmo tempo e os Pokémons de ambos, Aron e Pancham, foram materializados no campo de batalha, confiantes para o combate.


_________________
Ver perfil do usuário

10 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Dom Mar 02, 2014 7:28 pm


Estou a gostar bastante da fic. :notbad: Acho que já viciei. Gosto bastante das batalhas, porque parecem pessoas a lutar estrategicamente e aprecio o tom mais sombrio que dás às lutas (o sangue e as feridas).
No geral, é um 10/10. :epic:


_________________

Do you know what heroes are? Say there is a chunk of meat. Pirates will have a banquet and eat it, but heroes will share it with other people. I want all the meat!
Ver perfil do usuário

11 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Dom Mar 02, 2014 7:37 pm

avatar
Drizzy
Administrador
Administrador

Chapter 4 - Vs. Rhyhorn

O combate entre Alex Evans e Ken Rodgers já durava algum tempo. Tanto o Aron e o Pancham foram retirados do combate e substituídos pelo Doduo e Cacnea, que já estavam inconscientes. Agora o Aron de Ken lutava novamente com o Pancham de Alex.  Nenhum dos Pokémons estava em bom estado. Pareciam que estavam no seu limite.

Metal, Mud Slap! – O Aron de Ken começou a lançar lama com as suas pernas dianteiras na direção do Cham de Alex. Infelizmente para este, a lama acertou-lhe em cheio nos olhos, impossibilitando a visão ao Pancham – TAKE DOWN! – O Aron começou a correr na direção do adversário e atinge-lhe na barriga com uma forte investida, enviando-o para o outro lado da arena.

… Esse Aron devia ter sofrido dano com o Take Down..

Não! Graças à sua habilidade, Rock Head! Aron, acaba com o Pancham com Metal Claw!

Aron avança na direção de Pancham, porém, este limpou os olhos, retirando a lama por completo.

Cham, Karate Chop! – Os dois Pokémons colidem. Apesar de Pancham ser relativamente mais rápido, tinha ainda bastantes partes do corpo cobertas por lama, impossibilitando-lhe que usasse a sua velocidade máxima. Os dois ataques acertam ao mesmo tempo, deixando ambos os Pokémon inconscientes.

Os treinadores lançam a última Pokébola para o campo de batalha. Rhyhorn e Luxio saíram.

Luxio? – Perguntava-se Crimson das bancadas – Deve ter evoluído sem eu ter visto.

Grrr… Ele tem a vantagem… – Fala Ken para si mesmo.

Rhy, Horn Attack! – Rhyhorn começou a correr na direção de Luxio o mais rápido que conseguisse.

Spark, desvia-te! – O Pokémon de Ken salta para trás e começa a correr à volta de Rhyhorn, desviando-se dos Horn Attacks do Pokémon de Alex – Isso mesmo…. Já sei! Spark, usa Bite no corno do Rhyhorn! – Luxio pára de correr à volta de Rhyhorn e segue sempre em frente, encarando o ataque do adversário. A meros centímetros do Pokémon de Alex, Luxio salta e mete-se em cima do corpo de Rhyhorn, trincando-lhe, depois, o corno.

Rhy, afasta-o! – Rhyhorn começa a andar às voltas na arena, mas não consegue tirar Luxio de cima de si, já que este estava bem agarrado a ele com os dentes e garras.

Spark, Fire Fang! – Os dentes do Pokémon de Ken começaram a ficar cobertos de fogo. As chamas espalharam-se pelo corno de Rhyhorn, começando a queimá-lo.

Rhy, Rock Blast! – Várias rochas saíram da arena e foram todas a voar em direção a Luxio, atingindo-o. O Pokémon de Ken foi lançado para longe. Estava bastante magoado pelo ataque de Rhyhorn.

RHY! BULLDOZE! – Rhyhorn salta e ca de volta no chão, provocando um pequeno tremor de terra na arena. Com as pernas, começa a atingir o solo, o que prolongava o tremor. Luxio estava num estado bastante mau, não conseguia aguentar com o ataque durante muito mais tempo.

Spark…! SALTA! – Spark abriu os olhos e mostrou o seu olhar determinado. Saltou como foi ordenado – Usa Thunderbolt!

Hm? Thunderbolt não vai resultar num Pokémon do tipo Ground como o Rhyhorn.

Não é nele que eu quero usar o ataque. Spark, Thunderbolt no chão! – Os raios eléctricos do leão que estava no meio do ar atingiram o duro solo, levantando um bocado de poeira que cobriu Rhyhorn – AGORA, FIRE FANG! – Rhyhorn sai do meio da poeira, porém, o Fire Fang anterior de Luxio ainda causava efeito. As chamas não tinham ainda desaparecido do seu corno. O Pokémon de Ken cria umas chamas nos seus dentes e, enquanto cai, mete-se numa posição de modo a poder atacar o Pokémon de Alex.

RHY, HORN ATTACK! – Apesar da grande dor que sentia no corno por causa da queimadura, Rhyhorn espera que Luxio desça e, ao momento certo, usa Scary Face, seguido de um Horn Attack mesmo na barriga do Pokémon de Ken, que foi lançado para longe, ficando inconsciente.

E TERMINOU O COMBATE! O VENCEDOR DO PRIMEIRO EXAME DE QUALIFICAÇÃO É ALEX EVANS! MUITOS PARABÉNS!! – Dizia o árbitro no seu microfone. Ken foi buscar o seu Pokémon, tratando-o e depois aproximou-se de Alex:

Parabéns!

Tu também, foste excelente. – Os dois cumprimentaram-se e depois dirigiram-se para as bancadas, para observarem o combate final do dia: a qualificação para o terceiro lugar.

Crimson deu os parabéns ao colega, apesar da derrota deste, e dirigiu-se para a arena. Para a sua oportunidade final de conseguir um Pokédex. Era agora ou nunca, tudo ou nada. O seu oponente parecia também determinado a ganhar o combate. Crimson pegou nas suas duas Pokébolas e olhou para os Pokémons em miniatura lá dentro que também olhavam para o seu treinador: É agora. Star, Zan, dêem tudo que tiverem neste combate. Vamos ganhar! – Os Pokémons sorriram e acenaram.

E agora vai começar o combate para decidir quem será que vai conseguir o terceiro Pokédex: Crimson vs Edward! PODEM COMEÇAR!

Os dois treinadores lançam as Pokébolas para o campo de batalha. De lá, saem o Star de Crimson e um Pidgeotto por parte do oponente.


_________________
Ver perfil do usuário

12 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Seg Mar 03, 2014 2:37 am

avatar
Makaveli
Legendary
Legendary

Vai ser uma batalha aérea, muito interessante!! :doge:


_________________


[23:11:07] Black Bullet : eu tava a ver se te comia a torre
Ver perfil do usuário

13 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Qui Mar 06, 2014 6:26 pm

avatar
IamnotBaller
Moderador
Moderador

Nome: IUsaac
Personalidade: É bem animado e não gostar de estar quieto, adora combatere preocupa-se com os seus pokemons.
Pokemons: Pahirisu (Pachi); Sandshrew (Rew); Growlithe (Lithe)


_________________


Your love aozora tobikau Blue Bird ano tori ga miemasu ka?
Ver perfil do usuário

14 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Seg Mar 17, 2014 7:21 pm

avatar
Alex
Fundador
Fundador

Isto é para continuar?


_________________
Ver perfil do usuário

15 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Ter Jun 10, 2014 6:53 pm

avatar
Alex
Fundador
Fundador

Slim escreveu:Isto é para continuar?


_________________
Ver perfil do usuário

16 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Ter Jun 10, 2014 7:15 pm

avatar
Drizzy
Administrador
Administrador

Neps.


_________________
Ver perfil do usuário

17 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Qua Ago 13, 2014 12:56 pm

avatar
Alex
Fundador
Fundador

Anseio bastante pela continuação desta fic. Acho uma boa fic que pode ter uns capítulos de vez em quando (tipo mensais). Algo só para o fun. Adorava se o pudesses fazer.


_________________
Ver perfil do usuário

18 Re: [Fic] Pokémon Adventures: Crimson Chapter em Sab Nov 08, 2014 2:33 am

avatar
Tobi'
Artista
Artista

Estou sem palavras, Fic perfeita *--*
Eu amo Pokemon, tanto como Dragon Ball! Adorei todos os capitulos, escreves muito bem. Continua *--*


_________________


Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

.Forumeiros.com | © PunBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Fórum grátis.